Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Estilo

Resumo Milan Fashion Week Fall 2018

Milan Fashion Week – Fall 2018 em resumo para quem aprecia moda.

Semana de moda italiana terminou ontem e no mesmo dia já começou a de Paris! Aqui você confere um resumo das principais tendências dessa MFW Fall 2018, que trouxe muita coisa que já vimos em NY e Londres!

Resumo da Milan Fashion Week Fall 2018

  • Gucci

Marca apresentou um desfile bem diferente, que versava sobre a construção e reconstrução do ser humano. Não me sinto habilitada para versar sobre esse conceito tão profundo abordado na passarela, mas deixo a dica para quem desejar ler mais a respeito. Da Lilian Pacce, em seu site que é uma verdadeira inspiração. No mais, percebo que o veludo segue em alta, assim como o vermelho, o faux fur e os tons pastel.

— — —

  • Moschino

O desfile foi muito diferente, e trouxe todas as modelos com o hair styling de Jackie Kennedy. A parte divertida deste ano ficou por conta da coloração da pele de algumas modelos, uma clara referência a vida extraterrestre. Por conta disso, muitos terninhos, shape sessentista, e o já tradicional colorido da marca.

— — —

  • Alberta Ferretti

Esta foi para mim uma das coleções mais bonitas da temporada! Fugindo muito do seu próprio histórico de coleções baseadas em chiffon e tule, desta feita a marca trouxe para a passarela jeans (preto e azul escuro), com uma pegada bem anos 80. Questionada, a designer afirmou que decidiu mudar, pois as mulheres estão mudando, e a moda precisa falar com as mulheres de uma forma diferente. Muito preto, muitos tecidos metálicos escuros, tons terrosos, chapéu de aba larga e uma vibe bem gaucha.

— — —

  • Les Copains

Outra marca que trouxe elementos que me agradaram muito: além do shape mais folgado da grande maioria das peças, faux fur e das cinturas marcadas, algo se destaca: as botas poderosas. Além disso, novamente preto, amarelo, tons terrosos e para não variar, acessórios em vermelho.

— — —

  • Emilio Pucci

A marca fugiu um pouco da onda de amarelos e investiu em uma cartela muito atraente: variações de bordô e azul turquesa. Botas em destaque, estampas lindíssimas e um outono frio, mas colorido. Destaque para as diversas criações em matelassê.

— — —

  • Max Mara

Bem gótico! Chama atenção a maquiagem carregada as padronagens mais agressivas (animal print, xadrez e risca de giz), além de muito preto. Destaque para os tecidos: couro, cetim, malha e faux fur. Isso quando não estão combinados em um mesmo look, bem fetichista.

— — —

  • Fendi

O desfile da marca italiana parece ter saído do street style da própria semana de moda, tamanha a quantidade de referências que se viu nas ruas e que estiveram nesta mesma passarela. Muito xadrez, couro com brilho, amarelo, branco e tons claros e faux fur.

— — —

  • Prada

Mais um desfile muito colorido e estampado! Além de transparências, estampas de flores, cores vibrantes e destaque para um acessório inusitado: meias! Assim como nas outras coleções apresentadas nesta temporada de moda, o xadrez segue em alta.

— — —

  • Versace

Estampas de cores intensas, couro, preto e xadrez! A marca trouxe um desfile muito bonito para a passarela da Milan Fashion Week, com novidades, mas também com muitas referências ao trabalho inesquecível de seu criador.

— — —

  • Tods

Marca trouxe uma coleção com destaques diferentes da onda de cores fortes (como amarelo) e estampas: looks monocromáticos e verde água. Além disso, belíssimos tons terrosos, muito couro (brilhante ou opaco), faux fur e as queridinhas da estação (como veremos em seguida sobre a temporada de Paris), as thigh-high boots. E as referências aos anos 80 também não faltaram.

— — —

  • Krizia

Marca apresentou uma coleção sólida: trouxe estampas p&b, listras, vermelho, tons terrosos, cinza. Outros destaques: o couro com brilho e texturas, a alfaiataria oversized e desconstruída.

— — —

  • Etro

A marca trouxe uma coleção completamente diferente do que todo mundo está mostrando, com fortes referências ao velho oeste americano. Nas cores, nos cortes, nas estampas étnicas…Mix de estampas, tricot e franjas. Um desfile belíssimo, cuja única tendência em comum com as outras marcas foram as botas de salto e cano longo.

— — —

  • Roberto Cavalli

Sem fugir de suas principais caraterísticas – uma mulher poderosa, sensual e chique, a nova coleção da marca trouxe este elementos alinhados com as tendências do momento. Além das belíssimas botas over the knee, destaque para o cetim combinado com couro com belíssimas texturas croco. Nas cores, preto, vermelho e caramelo são dominantes.

— — —

  • Giorgio Armani

A grife trouxe para o Milan Fashion Week uma coleção em tons neutros, com exceção do pink de algumas peças. Muito faux fur, tecidos com textura, veludo, cetim, alfaiataria e muito brilho.

— — —

  • Philosophy

Marca apresentou uma coleção muito feminina, com vestidos curtos, transparências e cintura marcada. Também priorizou cores neutras e nos tecidos, além da mega tendência de pêlos, muito veludo, lã, tafetá, voal e couro. Nas modelagens, várias referências aos anos 80.

— — —

  • Salvatore Ferragamo

Impossível não ficar desejando botas, muitas botas de cano longo depois desta temporada. Além dos vários desfiles que já citei aqui onde elas são destaque, no show da Ferragamo elas também brilharam! Assim como as capas, o trench coat, cores sóbrias e um ou outro ponto de cor. Entre os tecidos, como já vimos nas outras coleções também: veludo, cetim e o couro.

— — —

  • Jil Sander

A grife propôs uma temporada fria e com muito branco! Quando tinha cor, vermelho e azul marinho. Modelagens amplas e uma estética com referências asiáticas, com cortes que lembram muito os kimonos, roupas de luta e de samurais.

— — —

  • Missoni

Um inverno quadriculado, com pêlos, franjas e mix de estampas (muito xadrez!), elaborados por quem entende de estampa como ninguém. O que muda aqui é a década de referência – ao invés do recorrente anos 80 do momento, o que vale para a Missoni são os anos 70.

— — —

  • Dolce & Gabbana

Um desfile com todas as referências já conhecidas da grife, carregado em detalhes e muitos acessórios! A moda como uma religião era a proposta da vez e em algumas roupas, a estampa a inglês “fashion devotion” pôde ser lida claramente.

— — —

  • Marni

Se alguém está buscando por um inverno mais colorido, certamente vai amar a coleção da marca para esta temporada de moda da Milan Fashion Week. Destaque para a combinação de vermelho e rosa pink.

— — —

Para ver os resumos das outras semanas de moda desta temporada, acesse aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.