Cronista da vida, das coisas e do mundo. Lifestyle, um pouco de tudo.

Música

Torna a Surriento, no música de segunda

Para ampliar um pouco o vocabulário de italiano, umas das minhas músicas favoritas da vida: Torna a Surriento.

Sabe-se lá porque caminhos gostamos de alguns lugares mais do que de outros e desde 2016, Sorrento, no sul da Itália, figura como uma cidade para a qual eu sempre quero voltar. Consequentemente, Torna a Surriento é uma das minhas músicas favoritas, ainda mais neste período em que estou me dedicando a aprender italiano.

Não que esta música seja um instrumento adequado para aprender o idioma – Torna a Surriento é em dialeto napolitano, o que é, digamos, um complicador. Mas isso não extingue a beleza da antiga composição, e que adorna brilhantemente com a cidade que vos fala: Sorrento.

A verdade é que me apaixonei por ambas e ao mesmo tempo, e tive a oportunidade de “tornar” a esta belíssima cidade do Golfo de Nápoles, mas isso já faz tanto tempo que exprimo aqui muita saudade. É um daqueles fascínios difícil de explicar, mas que espero, se justifiquem com a imponência dessa música, e uma breve seleção de fotos da Sorrento que amo.

Abaixo, antes de falar sobre origem e significado da música, deixo-vos com a minha interpretação favorita deste clássico: a orquestrada de Luciano Pavarotti.

Torna a Surriento

“Torna a Surriento” é uma canção napolitana composta em 1894 pelo músico italiano Ernesto De Curtis com palavras de seu irmão, o poeta e pintor Giambattista De Curtis. A música foi registrada oficialmente em 1905 e se tornou uma das mais populares desse gênero tradicional, assim como “O sole mio”, “Funiculì funiculà” e “Santa Lucia”.

Dizem que a origem da música data de 1902, quando Guglielmo Tramontano, prefeito de Sorrento, pediu a seu amigo Giambattista De Curtis que escrevesse a música para o primeiro-ministro Giuseppe Zanardelli. Na ocasião ele estava de férias em seu hotel à beira-mar, o Imperial Hotel Tramontano; alegou-se que a peça era para celebrar a estadia de Zanardelli.

Alguns afirmam que a música é um apelo a Zanardelli para manter sua promessa de ajudar a então empobrecida cidade de Sorrento, que precisava especialmente de um sistema de esgoto. A música reflete a beleza da cidade e o amor e paixão de seus cidadãos por esta região.

Pesquisas mais recentes indicam que a música pode ter sido meramente retrabalhada para a ocasião; documentos familiares indicam que os irmãos depositaram uma cópia para registro na Sociedade Italiana de Autores e Editores em 1894, oito anos antes de alegarem tê-la escrito.

Sorrento, Piazza Tasso

— — —

Para saber sobre atrações turísticas, onde ficar e o que fazer em Sorrento, acesse aqui. Outros posts sobre música, confira na tag.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.