Cronista da vida, das coisas e do mundo. Cultura, moda e arte.

Geral

Como superar o medo

Segundo Freud, “Estranho é tudo aquilo que não nos é familiar, o que não conhecemos”. As pessoas costumam ter medo do desconhecido, sentem-se desconfortáveis ao ter que enfrentar uma situação que nunca viveram.

Emocionante é ir contra essa lógica. Quem se esforça para superar o medo, aproveita cada instante da vida como se fosse precioso (e é!!!), e preocupa-se apenas em respeitar as outras pessoas e seres, como sendo todos filhos do mesmo ser superior, que dependendo de cada religião, tem um nome diferente. E é nisso que reside o prazer da vida. No novo, nas novas experiências, nos novos aprendizados.

O desconhecido, às pessoas corajosas causa prazer. Não saber o que vai nos esperar na próxima esquina, poder apenas imaginar o que pode nos acontecer, eleva a nossa adrenalina ao máximo de pressão que o nosso coração e cérebro suportam. E nos deixam em êxtase, um orgasmo.

Como afirma a sabedoria popular, oriunda do senso comum, devemos ter medo dos vivos. Enfatizando, devemos ter medo do que conhecemos, do que sabemos que pode nos fazer mal, nos causar dor e sofrimento. E devemos estar cientes que este pode ser um estado temporário. Não existe mal eterno. Já tentou caminhar sem destino? Quer ir comigo?…

Ah, como é bom viver perigosamente…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.