Cronista da vida, das coisas e do mundo. Lifestyle, um pouco de tudo.

Livros

Mitologia #6: Hefesto (Vulcano)

No sexto post sobre mitologia greco-romana, dia de trazer a biografia de Hefesto, deus do ferro e do fogo.

Hefesto é o Deus do ferro e do fogo na mitologia grega – Vulcano na mitologia romana – cujo templo em Atenas é um dos mais bem preservados da Grécia Antiga. Tem uma história triste de rejeição e, ao contrário da beleza e exuberância dos outros deuses olímpicos, era feio, atarracado e coxo. Apesar disso, era casado com Afrodite, deusa do amor e da beleza.

Homero defende que ele era filho de Zeus e Hera, mas não se sabe se nasceu coxo ou se foi machucado pelo pai ao ser expulso do Olimpo após defender a mãe em uma briga com o pai. Já Hesíodo afirma na Teogonia que ele era filho apenas de Hera, nascido via partenogênese para se vingar do marido, que havia criado Atena da mesma forma. Nesta versão da história, ele teria sido ferido pela própria mãe, que o jogou do Olimpo ao sentir nojo por conta de sua aparência.

E para dar continuidade na sequência de posts sobre mitologia que trago do Instagram para o blog, hoje é dia de conhecer em detalhes a biografia de Hefesto. Abaixo, imagens do templo dedicado ao deus em Atenas na Grécia, um dos mais bem preservados da Grécia Antiga.

— — —

Mitologia #6: Hefesto (Vulcano)

Hefesto é o deus dos ferreiros e do fogo. Chamado de “o artesão celestial”, ele também foi associado a outros artesãos (escultores, carpinteiros, metalúrgicos) e, como fica evidente no nome de seu homólogo romano Vulcano, aos vulcões. Mesmo sendo um deus feio e aleijado provavelmente por sua própria mãe, ele era o marido de ninguém menos que Afrodite – deusa da beleza e do amor.

Não se sabe o que significa o nome Hefesto. No entanto, como é semelhante a alguns topônimos pré-gregos (Festos), supõe-se que Hefesto seja uma divindade muito antiga.

A representação e o simbolismo de Hefesto

Ele é sem dúvida o membro mais extraordinário do Panteão Olímpico. Barbudo e feio, atarracado e manco, não possui a perfeição física dos outros deuses e nem estimula o devido respeito. Às vezes é representado com um gorro oval e quase sempre com um martelo e uma bigorna.

Os epítetos mais comumente associados a Hefesto estão longe de ser lisonjeiros sendo “o coxo” o mais comum. Ele também é às vezes chamado de “astuto” e habitualmente como “Etna”, uma vez que acredita-se que sua oficina esteja localizada sob o vulcão Etna, na Sicília.

Origens de Hefesto e a infância difícil

Segundo Homero, Hefesto era filho de Zeus e Hera. No entanto, nunca ficou claro se ele nasceu coxo ou se ficou coxo depois que seu pai o expulsou do Olimpo por intervir em nome de sua mãe durante uma briga entre eles. Há outras versões que indicam que a deusa, envergonhada por ter dado à luz a um filho disforme, tenha o jogado no mar para que permanecesse nos abismos oceânicos.

Hefesto teria sido então criado por Tétis e Eurínome, filhas do Oceano. Viveu por 9 anos em uma gruta profunda, fabricando joias e ornamentos para elas. Durante esse período, ele alimentou muita mágoa de sua mãe e arquitetou uma espécie de vingança. Fabricou uma cadeira de ouro e pedras preciosas, que enviou para Hera, que sentou sem pensar que na mesma houvesse uma armadilha.

A preciosa cadeira que mais parecia um trono tinha alças que aprisionaram a deusa. Esse seria o castigo derradeiro da mãe que refutou o próprio filho, não fosse a interferência de Dionísio, que embebedou Hefesto para obriga-lo a libertar a própria mãe.

Hesíodo, no entanto, afirma que Hefesto é apenas filho de Hera e que ela o deu à luz por partenogênese (com a ajuda do vento) para se vingar do marido que havia feito o mesmo criando Atena. Nesta versão da história, depois de trazê-lo ao mundo, Hera ficou tão enojada com a aparência de Hefesto e envergonhada de sua deformidade que foi ela quem o expulsou do Olimpo. Hefesto ficou gravemente ferido na queda, mas nesta versão também foi resgatado por Tétis e Eurínome.

Hefesto como artesão

Assim como o trono de ouro de Hera, as criações de Hefesto eram obras-primas. Ninguém além dele foi capaz de construir as belas e indestrutíveis mansões de bronze onde todos os outros atletas olímpicos viviam. Astuto, ele acrescentou um elemento distintivo aqui e ali, como as portas seguras do quarto de Hera que nenhum outro deus além dela poderia abrir.

Na “Ilíada”, Homero nos conta que Hefesto fabricou para si servas de ouro, que eram capazes de entendê-lo, falar com ele e ajudá-lo. E não foram as únicas criações desse tipo. O deus também esculpiu cães dourados para guardar o palácio de Alcinous e Talos e um homem gigante de bronze para proteger Creta. Alguns até dizem que, a pedido de Zeus, ele também esculpiu a primeira mulher mortal: Pandora.

Armas e armaduras criados por Hefesto

Hefesto foi o criador de alguns dos mais impressionantes equipamentos militares já vistos. Mais notoriamente, como um favor a Tétis, ele criou o escudo de Aquiles, cujas cinco camadas de bronze ele gravou com maestria com cenas representando quase todos os aspectos da vida. Também foi ele quem fez o cetro de Agamenon, o peitoral de Diomedes e a espada de Peleu.

Mulheres e filhos de Hefesto

Até que para um deus considerado feio, Hefesto não se saiu tão mal quando se trata de mulheres. Isso porque sua esposa era nada menos que Afrodite, considerada deusa da beleza e do amor. No entanto, ela não era muito fiel a ele, traindo-o com o deus Ares. Um dia, Hefesto pegou os amantes no flagra e os prendeu em uma rede de malha fina, e chamou os outros deuses para rir de sua vergonha. Poseidon o convenceu a libertar os adúlteros, mas Hefesto não o fez.

Outros autores dizem que Hefesto era casado com Aglaia, a mais jovem das Graças. Ela lhe deu quatro filhos: Eucleia, Euthenia, Eupheme e Philophrosyne.

Hefesto também tentou seduzir Atena, que conseguiu conseguiu escapar a tempo. Seu sémen teria caído na terra e assim, engravidado Gaia, que logo depois deu à luz a Erichthonius, um dos primeiros governantes de Atenas.

— — —

Fotos: Pinterest e arquivo pessoal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.