Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Estilo

Diário de estilo 9: armário-cápsula mudou meus hábitos de consumo?

Mudança nos hábitos de consumo é um dos resultados buscados por mim quando mantive um armário-cápsula.

Já faz pouco mais de um ano que parei de fazer armário-cápsula para me concentrar neste Diário de Estilo. Mas uma volta no outlet de Roermond na Holanda foi um plim para que voltasse a falar desse assunto quando refleti sobre meus hábitos de consumo.

Digo isso porque entre os objetivos que busquei quando passei um ano com o guarda-roupa minimalista (no meu caso, para cada estacão 37 peças de roupa) era mudar meus hábitos de consumo. Trocando em miúdos, eu queria comprar menos, mas com mais qualidade. Sendo bem específica ainda, ao invés de comprar 5 blusas que no próximo ano seriam lixo, comprar 1 linda e atemporal que fosse durar para toda vida.

Mas eu não tinha me flagrado da real mudança nos meus hábitos de consumo até o último sábado, onde resisti a ofertas e comprei apenas uma das duas peças de roupa que buscava. Fomos com foco, passamos em todas as lojas mais de uma vez e saímos de lá apenas com esse casaco lindão Karl Lagerfeld que vai durar uma vida.

Do Designers Outlet Roermond.
Sem muitas compras, mas o passeio até Roermond sempre vale!

O modelo é masculino, vimos como uma boa opção para o marido (uma vez que estávamos atrás de casacos, unicamente), mas não tinha o tamanho dele. E este 42 masculino pareceu tão pequeno que resolvi provar e amei! Dark navy blue, 70% lã, toque agradável e corte moderno (o fechamento é por zíper). Custou 108 dinheiros e supriu algo que estava em falta no meu guarda-roupa em estruturação: um casaco de inverno, sem muitas firulas e escuro.

Mas voltando à questão dos hábitos de consumo…

Então, isso significa que mudei minha forma de comprar e passei a consumir de forma mais consciente por causa da experiência com o armário-cápsula? Certeza que sim! Claro que não deixei de consumir de fast fashion, pois ainda não fiquei rica (risos). Mas abaixo segue uma listinha dos meus novos hábitos de consumo, caso você também tenha interesse em comprar menos e melhor:

  • Ter foco – quando sair para procurar por algo, detenha-se apenas aquilo que você precisa. NÃO olhe para o que não precisa, não importa que esteja muito barato. Evite acumular coisas que não vão fazer diferença no seu armário.
  • Pesquisar – antes de gastar o seu dinheiro, busque por todas as opções disponíveis. E sempre confira online e loja física se puder. Muitas vezes, a diferença pode ser gritante, e em outras, um pode ter o que na outra não tem.
  • Refletir – você vai usar muito esta peça de roupa, acessório ou calçado novo? Combina com o que você tem no seu guarda-roupa? Você não tem mesmo uma peça equivalente? É exatamente isso que você está procurando? Deixei de comprar muitas coisas nestes dois últimos anos porque as respostas para estas perguntas não eram todas SIM.
  • Consumo consciente – nunca tive preconceito com roupas de brechó, e quando quero algo para usar por anos e anos e sei que nova vai custar bem mais do que posso pagar, recorro a brechós. Felizmente existem cada vez mais opções nesse sentido, além da questão de que uma forma de colaborar com o meio ambiente gerando menos lixo. Se você nunca comprou em brechó, está na hora de rever seus conceitos.
  • Mente aberta – finalizo com algo que já comentei aqui outras vezes. Vale à pena ficar de olho no setor masculino. Você pode encontrar coisas que muitas vezes não acha no feminino (principalmente peças básicas). Tá aí esse casaco lindão recém adquirido que não me deixa mentir.

De forma alguma quero limitar a mudança na sua forma de comprar dizendo que tenha que ter um armário-cápsula – ou mesmo condicionar isso ao seguimento desses passos. Apenas compartilhei o que funcionou comigo, para inspirar ou dar dicas que possam ajudar quem também quer consumir menos. Et c’est tout!

— — —

Mas agora quero saber de vocês: tem algum destes hábitos de consumo? Comente abaixo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.