Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Geral

Delírios sobre a vida

Não consigo imaginar o que sente uma pessoa que perde alguém que ama muito. Meus avós morreram quando não tinha consciência do significado de amar alguém, quanto mais sentir o coração e o corpo inteiros doerem de saudade, por nunca mais poder abraçar determinada pessoa. Mas sei que ninguém está preparado para a finitude, para o cessar de respirar de um peito, por vezes muito pequeno.

Entendo somente de sentir a dor dos outros, perder o chão por não ter como ajudar, como fazer o sofrimento da outra pessoa acabar. Não entendo de morte, talvez por no fundo saber que pelo menos a alma, é eterna.

Entendo sim é de perder gente viva, para nunca mais. Um defeito natural,  de conseguir afastar sem querer quem tanto quero bem.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.