Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Geral

Curtas poéticos

# Presa, fechada a vácuo. No momento em que romperem o lacre, tanto posso cair e afundar, quanto abrir os braços e voar!

09 de dezembro de 2009

# Rosas – Quanto romantismo existe em receber rosas0/Beijar, acariciar as pétalas, como se fosse a pessoa amada…De minha parte acho muito mais romântico tê-las na roseira, dada a sobrevida que adquirem por serem parte de um jardim. Da Janela deste ônibus não vejo roseiras. Deixaram de cultivar o amor nos jardins!

09 de dezembro de 2009

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.