Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Filmes

Conhecendo Tomorrowland…

Bem, este é meu primeiro post no Imaginação Fértil, e escolhi falar do filme “Tomorrowland – Um lugar onde nada é impossível” (Tomorrowland, 2014), por dois motivos: 1) gostei do filme; 2) vi ele recentemente no cinema.

tomorrowland-poster0603

O inicio do filme tem um tom mais sombrio. Um George Clooney surge, com um ar sério, e tenta contar sua história. Isso mesmo,tenta, pois uma voz mais jovem, de uma garota (Britt Robertson, da extinta série The Secret Circle) interrompe a sombria narração de Clooney. Mas, antes, vemos seu personagem mais novo, em 1964, mostrando uma mochila a jato para um entediado David Nix (Hugh Laurie, sim o Dr. House!), durante a Feira Mundial de New York. Uma bela menina, Athena, se interessa pelo seu invento e o leva, por assim dizer, para o futuro. Logo vemos uma cena da infância da protagonista da história, a mesma garota que interrompe a historia de Walker, que se chama Casey Newton. Analisando ambos os flashbacks percebemos que as duas crianças são talentosas e criativas, e, principalmente, bastante persistentes. A história do filme, sinceramente, não pode ser resumida neste paragrafo- pessoal, esses são os 10 primeiros minutos de filme,por aí!!-, mas pode-se ter uma ideia de como ela irá se desenrolar, daí em diante.

O jovem Frank( Thomas Robison) mostra para a misteriosa Athena(Raffey Cassidy) seu invento.

O jovem Frank( Thomas Robinson) mostra para a misteriosa Athena(Raffey Cassidy) seu invento.

Sim, o filme contém clichês. Como falei acima, é claro que aquele menino, aquela versão otimista- interpretada pelo fofíssimo ator mirim Thomas Robinson – dará lugar a versão amarga que vemos no inicio do filme. E, claro, que a protagonista é o oposto. Em uma das cenas mais interessantes, na minha opinião, vemos Casey na sala de aula, com vários professores, de várias matérias, mencionando o colapso do mundo, do ser humano. Ela, no entanto, sempre ergue o braço, mas é ignorada por todos os professores. Finalmente, na aula de literatura, onde vemos o professor citando obras distópicas – 1984 é uma delas -, finalmente permita que ela fale:

Casey levanta o braço, de novo!!!

Casey levanta o braço, de novo!!!

– O que podemos fazer para consertar? Ok, sabemos que o mundo está acabando, o que podemos fazer para consertar?

Infelizmente, ou felizmente para o professor, o sinal toca, e ele não dá a resposta. Mas, como falei, é um dos vários exemplos da personalidade otimista da garota. Para não me estender muito por aqui, indico este filme por esses motivos: 1) tem uma mensagem otimista (para mim, que estava um tanto quanto estressada, sai do filme mais leve); 2) é divertido e tem um ritmo bastante ágil; 3) os atores principais estavam bem entrosados, na minha opinião (adoro Clooney, e gostei do seu personagem; já Britt não vi filmes nem séries com ela, mas adorei sua Casey). Vi diversos comentários detonando o filme, e outros exaltando. Para mim, foi um dinheiro bem gasto!

A fuga para o amanhã: um bom entrosamento dos atores principais.

A fuga para o amanhã: um bom entrosamento dos atores principais.

Em tempo: O filme tem a Disney como produtora, e foi inspirado em uma atração da Disneyland(que aparece no filme, rapidamente). A atração continua sendo a principal, até hoje, nos parques temáticos. Já Walt Disney criou Tomorrowland, entre a década de 1950 e 1960, para mostrar o que de bom o futuro traria para o mundo. Devo comentar que o futuro visto no filme é lindo, e lembra bastante a animação Família do Futuro (Meet the Robinsons, 2007), que também é da Disney.

Conhecendo a cidade do amanhã

Conhecendo a cidade do amanhã

A idéia para Tomorrowland é baseado no plano original dele para uma cidade do futuro (o conceito original para EPCOT, Experimental Prototype Cidade de Amanhã). Seria como uma cidade com localização central dedicada a mostrar nova tecnologia desenvolvida em um parque industrial nas proximidades.

Tomorrowland na Disneyland

Tomorrowland na Disneyland

Ficha Técnica:

Título Original :Tomorrowland
Tomorrowland – Um Lugar Onde Nada é Impossível (BR)
Estados Unidos
2015 •  cor •  130min 
Direção Brad Bird
Produção Brad Bird Damon Lindelof Jeff Jensen
Roteiro Brad BirdDamon Lindelof
Elenco George Clooney Britt Robertson Hugh Laurie Raffey Cassidy Thomas Robinson

Kathryn Hahn

Keegan-Michael Key

Gênero Aventura Ficção científica Mistério
Companhia(s) produtora(s) Walt Disney Pictures
Distribuição Walt Disney Studios Motion Pictures
Lançamento  04 de junho de 2015
Idioma Inglês
 Referência:IMDB. Tomorrowland: did you know?. Disponível em:< http://www.imdb.com/title/tt1964418/trivia?ref_=tt_trv_trv> Acesso em 8 de junho de 2105.

 

Cristina Costa
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.