Cronista da vida, das coisas e do mundo. Cultura, moda e arte.

Filmes

Bom filme

Se você já assistiu o filme “Brilho eterno de uma mente sem lembranças”, deve concordar comigo que vale a pena. Valeu pela dica Digo, mais uma das tuas qualidades que eu aprecio muito. Sabe perceber exatamente as coisas que gosto.

Se você que estiver lendo isso souber de alguém que faça este tipo de tratamento que faz a gente esquecer do passado, me avise correndo.

É muito difícil perdoar a nós mesmos por coisas que fizemos de errado. Acho que eu não me aceito. Não como sou agora, não me aceito como eu era. Estou tentando mudar já faz um bom tempo. Consegui alguns progressos, mas é tão difícil aceitar tudo isso… Talvez fosse melhor, antes de não ter memória, não ter história. Claro que um pouquinho a gente sempre acaba tendo.

Alguém tem uma borracha por aí?

Estou começando a me sentir muito mal por tudo isso.

Mas vai passar, vou me vestir de verde que é para não perder a esperança de que as coisas vão melhorar.

Isso me fez lembrar da oração da serenidade, utilizada pelos grupos de AA no começo e término das reuniões deles – não sou AA, mas conheço muito bem o sistema, falta muito para me tornar uma alcóolatra.

“Concedei-me Senhor, a serenidade necessária, para aceitar as coisas que não podemos modificar.  Coragem para aceitar aquelas que podemos, e sabedoria para distingüir umas das outras.”

É isso aí. Acho que preciso de serenidade, paciência(um pouco mais porque a que tenho não tem ajudado muito…) e, principalmente, sabedoria.

Se alguém souber onde encontro, por favor me avise.

Esta música do Lenine cabe muito bem para mim, neste momento

Paciência

\”Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma, até quando o corpo pede um pouco mais de alma, a vida não para…  Enquanto o tempo acelera e pede pressa, eu me recuso, faço hora e vou na valsa, a vida é tão rara…  Enquanto todo mundo espera a cura do mal, e a loucura finge que tudo isso é normal, eu finjo ter paciência…  O mundo vai girando cada vez mais veloz, a gente espera do mundo e o mundo espera de nós, um pouco mais de paciência…  Será que é o tempo que lhe falta para perceber, será que temos esse tempo para perder, e quem quer saber, a vida é tão rara(tão rara)…\”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.