Cronista da vida, das coisas e do mundo. Cultura, moda e arte.

Geral

A televisão e a vida real

Big Brother, novela, programas de auditório, fofoca, falar mal da vida alheia. Todas estas coisas fazem parte do cotidiano daqueles que são considerados “aculturados” e que assistem e acompanham toda a programação dos canais abertos de televisão.

Mas o que faz uma pessoa perder horas em frente a televisão assistindo novela? Sonho de ser como a mocinha da TV, a vontade de ter tanta grana quanto tem o galã de novela. O ato de assistir os programas veículados na grande maioria dos canais abertos é permeado de um magnetismo profundo. Quando se está em frente à TV assistindo algo que não vai te acrescentar em nada, não se pensa. A mente descansa e os fantasmas e problemas não vem à tona. Esquece-se do mundo real e dorme-se acordado nos braços de um mundo ilusório que não é o seu. Talvez relaxe…

Mas quando não se tem a TV em frente aos olhos o coração fervilha, a tristeza volta aos olhos e o extrato negativo da conta no banco dança irônica nas mãos.

E saber mais da vida dos outros ou o que se passa na casa do BBB torna-se bem mais agradável do que a própria vida. Simplesmente porque não sabem que é na vida real que se concentra toda a graça de estar vivo.

Janina Stasiak, 01/02/2007

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.