Cronista da vida, das coisas e do mundo. Lifestyle, um pouco de tudo.

Livros

11 Livros de ficção inspirados na mitologia grega

Uma lista de livros para quem gosta de mitologia grega e uma boa história de ficção!

Ando totalmente mergulhada no universo da mitologia e cada descoberta de livro de ficção inspirado em mitologia grega passa a fazer parte da minha lista de leituras futuras. Bem sabemos que por mais de uma década, a mitologia teve um ressurgimento colossal na cultura popular. Dos videogames God of War a Thor: Ragnarok, crianças e adultos de todo o mundo estão consumindo filmes, programas de TV e videogames baseados na mitologia.

Mas, para aqueles de nós que querem se aprofundar um pouco mais, existem alguns livros incríveis de ficção que usam mitologia grega em seu enredo, e que já entraram na minha lista de leituras próximas. Se você também aprecia esse tipo de leitura, segue uma lista dos melhores do gênero. Também tenho sugestões de livros que abordam mitos de outras culturas, mas deixarei eles para uma lista em separado. Se você já leu algum destes livros, comenta aí o que achou!

11 Livros de ficção inspirados na mitologia grega

1 – Circe, de Madeline Miller

Na casa de Helios, deus do sol e mais poderoso dos Titãs, nasce uma filha. No entanto, Circe se destaca. Sem o olhar nem a voz da divindade, Circe está cada vez mais isolada. Voltando-se para os mortais em busca de companheirismo, ela corre o risco de desafiar seu pai para a descoberta de um poder proibido aos deuses: a feitiçaria. Banida, Circe refina seu ofício. À medida que seu poder aumenta e seu conhecimento cresce, Circe deve fazer a escolha final: decidir se ela pertence às divindades das quais ela nasceu ou aos mortais que ela ama.

Este é provavelmente o livro que vem à mente primeiro quando o assunto é livros inspirados na mitologia grega. A emocionante releitura de Madeline Miller da Odisseia pela perspectiva de Circe é magnífica. Mesmo ela seja apenas um pequeno personagem no mito original, Miller transforma Circe sem esforço na protagonista principal, revelando a pessoa por trás da feiticeira que enganou Odisseu.

— — —

2 – A Canção de Aquiles, de Madeline Miller

Grécia Antiga, o lar de deuses e reis. Pátroclo, um jovem e tímido príncipe, acaba exilado no reino de Fítia, após um acontecimento trágico. Em seu novo lar, longe de tudo o que conhecia, ele encontra Aquiles – filho do rei e da deusa Tétis. Aquiles é tudo o que Pátroclo não é: extraordinário em todos os sentidos, belo e com um futuro brilhante já delimitado por uma profecia. Mesmo com essas diferenças, eles desenvolvem uma conexão profunda e se tornam inseparáveis.

Durante anos, passam a vida assim, lado a lado, crescendo juntos. E, quando se tornam jovens adultos, esse relacionamento muda para algo ainda mais intenso. A vida idílica que levam é interrompida quando surge a notícia de que Helena de Esparta foi raptada e que os homens gregos devem partir imediatamente para Troia a fim de libertá-la. Aquiles vê nessa guerra a oportunidade perfeita para enfim cumprir seu destino heroico e decide deixar para trás a corte e seguir para a batalha. Pátroclo, movido pelo amor que sente por Aquiles, o acompanha. No entanto, mal sabem eles que, além de glória e amor, o destino também tem reservado uma grande dose de sacrifícios.

Baseado na Ilíada de Homero, A canção de Aquiles já encantou centenas de milhares de leitores ao redor do mundo, e reconta a história dos heróis da mitologia grega pelos olhos de Pátroclo. Da mesma autora do aclamado Circe.

— — —

3 – As Musas, de Alex Michaelides

Edward Fosca é um assassino. Disso Mariana tem certeza. Mas Fosca é intocável. Esse belo e carismático professor de tragédia grega na Universidade de Cambridge é adorado tanto pelos funcionários quanto pelos alunos da instituição ― principalmente pelas integrantes de uma sociedade secreta de alunas conhecida como “As Musas”.

Mariana Andros é uma brilhante terapeuta de grupo assombrada por tragédias pessoais. Ela fica obcecada pelas Musas quando uma de suas integrantes, Tara, é encontrada morta a facadas. Mariana, como ex-aluna de Cambridge, logo suspeita que, por trás da beleza do prédio medieval que abriga a instituição secular e suas antigas tradições, repousa algo sinistro. E acaba se convencendo de que, apesar de ter um álibi, Edward Fosca é o responsável pelo assassinato.

Mas por que o professor teria como alvo uma de suas alunas? E por que ele continua retornando aos ritos de Perséfone e sua jornada ao Submundo? Quando outro cadáver é encontrado, a obsessão de Mariana em provar a culpa de Fosca sai do controle, ameaçando destruir sua credibilidade, além de seus relacionamentos mais próximos. Mesmo assim, ela está determinada a deter esse assassino, ainda que lhe custe tudo, inclusive a própria vida.

As Musas é um livro que mistura suspense e mitologia grega, com enredo inteligente que traça paralelos contemporâneos com tragédias de Eurípides, peças de teatro da era jacobina, e a poesia de Tennyson. Do mesmo autor do best-seller A paciente silenciosa.

— — —

4 – Série Percy Jackson, de Rick Riordan

Talvez aqui esteja falando de algo que dispensa comentários. Apesar de falar de mitologia para um público jovem, é uma importante ferramenta para quem gosta de histórias de aventura e fantasia. A primeira obra, lançada em 2005, chama-se Percy Jackson e o Ladrão de Raios. Nela, o eu lírico narra a vida do adolescente que descobre ser filho do deus Poseidon com uma humana. Conforme a narrativa se desenvolve, o jovem vive diversas aventuras enquanto descobre super-poderes.  Em 2010 e 2013, os dois primeiros volumes ganharam adaptações cinematográficas. 

Aqui neste post tem uma lista completa das obras e um pouco da história do autor, sua relação com a mitlogia grega e sobre a criação das histórias.

— — —

5 – A cabeça de Medusa: e outras lendas gregas, de Orígenes Lessa

A rica mitologia grega, com seus deuses e heróis, é referência até os dias atuais, em várias áreas de estudo. Em A cabeça de Medusa e outras lendas gregas, do brasileiro Orígenes Lessa, baseado na obra do escritor norte-americano Nathaniel Hawthorne, reconta seis narrativas maravilhosas da mitologia grega.

Nesta obra estão presentes algumas das mais famosas lendas da mitologia, como: A cabeça de Medusa, A caixa de Pandora, O toque de ouro, O cântaro milagroso, A quimera e As três maçãs de ouro. A linguagem ágil de Orígenes nos transporta à história da civilização da Grécia Antiga e à origem de mitos importantes e significativos, presentes até hoje na cultura ocidental.

— — —

6 – A Odisseia, de Homero

Sem dúvida, um livro essencial para a compreensão do universo mitológio grego. A narrativa do regresso de Ulisses a sua terra natal é uma obra de importância sem paralelos na tradição literária ocidental. Sua influência atravessa os séculos e se espalha por todas as formas de arte, dos primórdios do teatro e da ópera até a produção cinematográfica recente.

A Odisseia se tornou também um substantivo comum, que denomina jornadas marcadas por perigos e eventos inesperados, e Homero um adjetivo usado para relatar feitos grandiosos (Homérico). Seus episódios e personagens – a esposa fiel Penélope, o filho virtuoso Telêmaco, a possessiva ninfa Calipso, as sedutoras e perigosas sereias – hoje são parte integrante da linguagem universal.

Existem muitas versões disponíveis atualmente no mercado, e você pode escolher de acordo com seus objetivos de leitura.

— — —

7 – Ilíada, de Homero

Este é um dos livros fundadores da literatura ocidental que narra a tragédia de Aquiles e a Guerra de Troia – e por motivos óbvios, não poderia faltar nessa lista. Primeiro livro da literatura ocidental, a Ilíada parece se tratar, pelo título, apenas de um breve incidente ocorrido no cerco dos gregos à cidade troiana de Ílion – a crônica de aproximadamente cinquenta dias de uma guerra que durou dez anos.

Mas graças à maestria de Homero, essa janela no tempo se abre para relatos repletos de personagens e eventos que ficariam marcados para sempre no imaginário ocidental. É nesse épico que surgem figuras como Páris, Helena, Heitor, Ulisses, Aquiles e Agamêmnon, e em seus versos somos transportados diretamente para a vidas dos deuses, suas relações familiares complexas e às vezes cômicas.

Aqui também reitero que existem muitas versões e traduções disponíveis, escolha a que for apropriada para você.

— — —

8 – Eneida, de Virgílio

A mitologia grega influenciou o pensamento romano e influenciou diretamente na criação da mitologia romana (para não dizer que esta segunda é uma réplica). A Eneida, grande poema épico da Antiguidade Clássica Latina, do século I a. C., foi escrita pelo poeta latino Virgílio, tendo por tema a paz e a conciliação, que desde logo já aparecia como a glorificação de Roma, da sua missão civilizadora.

Por meio de vários mitos, Virgílio narra, nessa epopeia, a história lendária da fundação da cidade de Roma pelo herói troiano Eneias. O poema narra a saga e as desventuras desse herói que conseguiu chegar ao local onde hoje conhecemos como Itália, onde fundou grandes cidades além de Roma.

Assim como nos dois livros anteriores dessa lista, deixo ao seu critério a escolha da melhor versão/tradução para o seu uso. O link abaixo é só uma sugestão.

— — —

9 – Entre Deuses e Monstros, de Lia Neiva

Um dos melhores lançamentos de literatura infanto-juvenil dos últimos anos, Entre Deuses e Monstros, da escritora Lia Neiva, narra a jornada de um homem comum que vê sua vida transformada pelos enigmas de deuses, monstros e heróis da Grécia Antiga. Vários personagens importantes da mitologia grega fazem parte do enredo, que pode agradar tanto jovens quanto adultos.

— — —

10 – O Minotauro, de Monteiro Lobato

Publicado pela primeira vez em 1939, O Minotauro é uma grande aventura em uma viagem no tempo empreendida pela turma do Sítio do Picapau Amarelo. Dona Benta, Narizinho, Pedrinho, Emília e o Visconde de Sabugosa visitam a Grécia antiga com uma missão: resgatar Tia Nastácia do terrível Minotauro ― que a sequestrou porque já não consegue viver sem os bolinhos da melhor cozinheira de todos os tempos.

Mas creio que este livro dispensa apresentações, pois já ganhou review aqui na serie Cura pelos Clássicos de Ficção, e você pode conferir o que achei desta obra neste post aqui.

— — —

11 – A odisseia de Penélope, de Margaret Atwood

“Agora que todos os outros perderam o fôlego, é minha vez de fazer meu relato.” Na Odisseia de Homero, Penélope – mulher de Odisseu e prima da bela Helena de Troia – é retratada como a esposa fiel por excelência, e sua história é tida como um exemplo de fidelidade e da obediência feminina ao longo dos tempos.

Deixada sozinha por vinte anos, quando Odisseu sai para lutar na Guerra de Troia após o sequestro de Helena, Penélope consegue, em meio a rumores escandalosos, conservar o reino de Ítaca, criar Telêmaco, seu filho rebelde, e manter distância de mais de cem pretendentes. Quando Odisseu finalmente chega em casa, após sobreviver aos desafios do mar Egeu, vencer monstros horripilantes e dormir com deusas, ele mata todos os pretendentes de sua esposa – e, de maneira ainda mais espantosa, doze de suas criadas.

Em uma releitura contemporânea de uma das maiores obras da Antiguidade, Margaret Atwood decide dar voz a Penélope e suas doze criadas enforcadas para responder duas grandes perguntas: Qual o real motivo dos enforcamentos? E o que Penélope estava realmente planejando? Ao reimaginar o episódio, a autora se utilizou de várias fontes – já que a Odisseia de Homero não é a única versão da história – para criar uma obra bem-humorada e reflexiva. Em A odisseia de Penélope, Atwood subverte a narrativa original e concede a sua heroína uma nova vida e realidade, e se propõe a dar uma resposta a um antigo mistério.

— — —

Livros que ainda não tem tradução para o português, mas que consegue comprar facilmente na Amazon do Brasil edição em inglês:

— — —

Todos os links para livros deste post fazem parte do programa de filiados da Amazon do Brasil e se você comprar através de algum deles, não paga nada mais por isso (mas colabora com essa blogueira aqui que recebe uma singela comissão).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.