Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Livros, Música

Livro – Manifesto do Nada na Terra do Nunca, Lobão

FHC cumprimenta Lobão no camarim do Olympia

FHC visita Lobão no camarim, após show no Olímpia em São Paulo.

Quando do lançamento em Porto Alegre de 50 Anos a Mil, durante a Feira do Livro de Porto Alegre, o músico, compositor e agora escritor (porque não?!) antecipou que em breve escreveria um livro bombástico. Eis que o livro Manifesto do Nada na Terra do Nunca está chegando às bancas, tendo causado muito tumulto e revolta antes mesmo de que estivesse finalizado e impresso.

O motivo da polêmica? Lobão não poupou ninguém ao criticar os artistas geralmente beneficiados com os programas de incentivo à cultura do Governo Federal. Claramente, e basta ser um simples observador da ordem estabelecida em nosso país para perceber que há algo de errado quando um Chico Buarque apoia nossa patética esquerda e na sequência sua irmã torna-se Ministra da Cultura.

Hoje chamado de reacionário, o que poucos percebem é a coragem presente nos atos de um cara que desde cedo, dá a face e o lombo à tapa ao assumir que errou. Antes de ser um livro de críticaso manifesto é a palavra de alguém que não tem medo de criticar o que está errado nesse país, onde quase tudo o que está relacionado ao governo está errado ou não funciona.

Um dos principais argumentos de Lobão contra o sistema de liberação de verbas para fins culturais é a Lei Rouanet. O cantor, que recusou a autorização para captação de recursos, defende que artistas conhecidos não deveriam fazer uso dessa facilidade. Outro ponto polêmico de seu livro é sobre o regime socialista que toma conta dos países da América Latina, onde levanta também a bandeira de que a presidente Dilma Roussef foi revolucionária comunista e que pode ter cometido atos dignos de serem analisados e julgados pela comissão da verdade.

O fato que fez com que o livro virasse notícia antes de estar nas mãos dos leitores foi o tumulto que as declarações do autor causou, a partir de entrevistas que rapidamente chegaram as redes sociais, onde ele tem presença ativa e cativa. Alguns dos citados por Lobão no livro ofenderam-se profundamente e chegaram até a ameaçar o mesmo, como se o mesmo tivesse proliferado inverdades. Como diz o ditado “Quem não deve não teme”, se nada de errado existisse nisso tudo, não teriam retribuído com ameaças.

Toda esta movimentação retornou de forma positiva para as vendas do livro. Muitos que não se importavam com as palavras do músico que nunca escondeu o que pensa e o que sabe, agora lerão o livro porque, acertadamente, um outro ponto de vista nunca é demais.

Serviço:

Livro – Manifesto do Nada na Terra do Nunca

Editora – Nova Fronteira

Páginas: 248

Comprar: Livraria Cultura e Livraria Saraiva

*Texto de Janina Stasiak

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.