Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Estilo

Jaqueta de couro vintage do Vestiaire Colletive

Em busca de uma jaqueta de couro diferenciada, relato minha primeira experiência de compra vintage do site Vestiaire Collective.

Uma jaqueta de couro preta é um básico que quase todo mundo tem no armário. Já compartilhei neste post aqui uma lista das principais roupas básicas do guarda-roupa feminino, caso você também esteja passando por uma fase de descoberta e reestruturação do estilo e quer se organizar melhor.

Com a mudança de apartamento, decidi fazer uma pausa nas atividades de curadoria do meu estilo (posts Diário de Estilo) para revisar meus básicos, ver o que falta de essencial. E a jaqueta de couro preta é (ao menos para mim) um básico que estava em falta. A que tenho usado por muito tempo além de muito leve (inadequada para o inverno), já apresenta sinais de desgaste e vai passar por uma restauração (uma vez que é de material sintético, imitação).

Comecei a pesquisar por opções de jaqueta de couro preta dentro do que estava disposta a gastar, mas nada me animava muito. Todas tinham a mesma proposta clássica do modelo cáqui que já tenho (foto abaixo), e queria algo diferente. Claro que as mais maravilhosas tem preços totalmente fora da minha realidade, então comecei a pesquisar em lojas de roupas usadas online.

— — —

Sobre o site Vestiaire Collective

Recém reformulado, a Vestiaire Collective é uma loja virtual que vende artigos de moda usados e peças de luxo com autenticação. Há tempos queria comprar nesse site para ver como funciona (você pode fazer oferta pelos produtos, assim como no e-Bay) e achei ser esta uma boa oportunidade, uma vez que eles tem uma excelente oferta de roupas usadas.

Aproveitei a minha curiosidade sobre esse site para comprar a minha jaqueta de couro. Me apaixonei por este modelo vintage do designer Helmut Lang. Fiquei de olho nas opções, esperando uma que estivesse nas condições e com preço que estava disposta a pagar.

O Vestiaire Collective trabalha com estoque próprio e de vendedores. Minha jaqueta de couro veio de uma usuária da Dinamarca, mas antes de ser enviada ao meu endereço, passou pela autenticação do site. Eles verificam se o produto é original e se está nas exatas condições descritas pela vendedora, em sua sede em Paris. Algo bem importante para quem vende artigos de luxo.

Como descrito, minha jaqueta de couro veio com um pequeno defeito de uso, e por isso paguei menos da metade do preço que mesmo um modelo usado costuma ter. Fiquei muito satisfeita e agora vou fazer o mesmo processo para adquirir uma bolsa!

— — —

Couro animal x couro fake/ecológico/sintético

A primeira jaqueta de couro que comprei na vida era de brechó. Nunca tive qualquer problema em comprar roupas usadas, quem cresce usando roupas que eram das irmãs e das primas sabe do que estou falando.

Depois disso sempre tive jaquetas de couro fake (basicamente, poliuretano: plástico). Elas duram em média (pelo menos na minha vida!) uns 4 anos. Uma delas é esta da foto abaixo, que estou personalizando, mas para remover a cobertura, vi que elas geram muito lixo!

Embora o PU seja muito mais versátil, os modelos até mais bonitos que das de couro, penso que vale mais à pena investir em um modelo de couro animal, que vai estar comigo por pelo menos 20 anos! E entre ter uma peça ao invés de cinco, prefiro não ser responsável por produzir mais lixo. Ainda mais se optei por uma jaqueta de couro usada!

— — —

E você, costuma comprar roupas usadas? Para comprar em brechó virtual no Brasil, acesse este post aqui e conheça o Reuse Brechó!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.