Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Estilo

Diário de estilo, post 1: novo projeto

Sai o armário-cápsula, entra em cena um novo projeto para descobrir meu estilo pessoal e elaborar um guarda-roupa perfeito.

Passei boa parte da minha vida tentando encontrar meu estilo pessoal. O que para alguns é futilidade, para muitos é mais do que vaidade, pois a forma que você se veste diz muito sobre quem você é. E o meu estilo sempre me pareceu confuso, meio camaleônico. Gosto da teoria, mas na prática isso só funcionou para David Bowie. E sabemos que nosso estilo reflete nossas preferências, preocupações, prioridades, a importância que damos para cada situação e o quanto investimos em nossa aparência.

Como vaidosa que sou, também gosto de apreciar aquilo que é bonito e usar o que os outros vestem como fonte de inspiração para me vestir melhor. Quem me segue no Instagram certamente viu que durante o ano em que vivi com um armário-cápsula, sempre compartilhei looks inspirados em pessoas que são referência em estilo para mim.

Nunca o fiz para copiar, e sim para mostrar para quem acompanhava minha saga (e até para mim mesma), que é possível vestir-se bem com as roupas que você tem. Nunca foram peças iguais, apenas parecidas com as que Emmanuelle AltAlexa Chung, Miranda Kerr, Gisele Bündchen e outras usam em momentos casuais. Pode parecer uma brincadeira boba, mas este exercício ajudou muito a descobrir mais sobre o que gosto de usar, e entender mais sobre como gosto de me vestir.

O exercício do armário-cápsula ajudou também na minha relação com as compras. Como a ideia era viver com um guarda-roupa reduzido, durante o capsule wardrobe experience se comprava alguma coisa, esperava a estação terminar para usar. Acabei perdendo o ânimo e comprar qualquer coisa passou a exigir planejamento e muita pesquisa.

Um exemplo: estava procurando uma jaqueta jeans básica, pois a que tenho é esta do Bowie na foto abaixo, meu xodó. Provei diversos modelos, procurei em diversos sites onde faço compras e acabei não comprando, pois nenhuma das opções disponíveis dentro do valor que estava disposta a pagar tinha modelo e cor que procurava. E este passou a ser meu perfil de compradora: se não é exatamente como procuro, não compro.

Mas este é só um aspecto dos muitos que preciso melhorar no meu relacionamento com meu guarda-roupa. Não sei se por não ser o método ideal para a minha pessoa, mas armário-cápsula não rendeu tanto quanto poderia ter rendido, não foi uma experiência transformadora (mas isso não quer dizer que não o farei nunca mais). Então parto agora em busca de um novo caminho, seguindo com a troca de experiências mas com um novo projeto, que chamei carinhosamente de Diário de Estilo.

— — —

Diário de Estilo

A proposta não é nada mirabolante ou inovadora. Como já comentei aqui, comprei o livro The Curated Closet, e após o armário-cápsula, planejei ler e aplicar em minha vida. Ocorre que a proposta do livro é um pouco diferente (mas muito interessante), pois indica uma serie de atividades para você ir realizando enquanto lê o livro.

Em resumo, a ideia deste projeto que chamei de Diário de Estilo é seguir as atividades propostas no livro, compartilhando minhas experiências. Isso porque escrever ajuda a visualizar melhor os resultados do que está sendo feito. Sem contar que exige um certo comprometimento – essencial para ser levado adiante.

O que eu busco com este projeto? Como comentei acima, viver com um armário-cápsula me ajudou a melhorar minha relação com as compras, mas continuo com um guarda-roupa lotado e achando que nunca tenho o que vestir. Posso entender muito mais hoje sobre as minhas preferências, mas tenho um problema de desapego. O que eu espero conquistar ao final desse projeto:

  • ter um estilo definido, autêntico e exclusivo;
  • selecionar uniformes para me vestir de forma rápida e confiante para cada tipo de ocasião;
  • ter um guarda-roupa enxuto e prático, que combina 100% com as minhas preferências e meu estilo de vida.

É possível que, para me ajudar nesse processo, realize duas atividades paralelas e que também entram neste diário: um armário-cápsula fluído (leia mais aqui) para este verão e participe do desafio de estilo 10×10, proposto pelo blog Style Bee. Mas será preciso acompanhar tudo por aqui, pois gostei da ideia de um diário virtual para abordar o tema estilo, ao invés de fórmulas engessadas de postagens sobre o assunto, diferentemente de como se faz com o armário cápsula.

Então, bora ler + testar + e compartilhar?

— — —

E aí, vai embarcar nessa jornada comigo?

2 thoughts on “Diário de estilo, post 1: novo projeto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.