Crônicas, lifestyle, armário-cápsula, nerdices e vida na Bélgica.

Estilo

Armário-Cápsula | Primavera 2017

Armário-Cápsula de primavera aqui na Europa está no ar, mas é uma excelente sugestão para o clima de outono (ou até mesmo inverno) no Brasil. Vem ver!

Hoje é dia de apresentar meu terceiro capsule wardrobe, o Armário-Cápsula | Primavera 2017! Com atraso de uma semana (quase), mas bem empolgada, pois dessa vez percebi que não somente foi mais fácil, como também fiquei muito feliz com o resultado! Praticamente tudo combina com tudo, é bem versátil, bem apropriado para a programação que tenho nesta estação e com cores que amo muito.

Outro aspecto positivo desse armário-cápsula é que a primavera não costuma ser uma estação muito quente aqui na Bélgica, assim como o outono (que começou agora) na maioria do Brasil não é muito frio. Por isso espero que este meu processo seja inspirador para todos que passam por aqui em busca de informações para elaborar um capsule wardrobe.

Abaixo, meu armário-cápsula, seguido de:

  • Processo;
  • O que tem de novo;
  • 10 peças, 10 outfits;
  • Para acompanhar.

Armário-Cápsula | Primavera 2017

Processo

Uma única palavrinha perdida no contexto “primavera” foi o que norteou minhas escolhas para o armário-cápsula dessa estação. Estou falando do FRIO. Quem acompanha essa experiência desde a primeira temporada – o outono de 2016 – deve lembrar que eu subestimei a estação de temperatura mediana e acabei sentindo falta de roupas mais quentinhas.

Considerando que a primavera começou com temperaturas medianas durante o dia e baixas durante a noite, e que em abril vamos viajar para um lugar frio, elaborei este capsule wardrobe com base em 3 casacos.

  • Parca preta Mango: casaco versátil, com forro e capuz removível.
  • Parca camuflada Zara: parte interna com pele, inclusive no capuz, que pode ser removida.
  • Doudoune preto Zara: impermeável, com bolso interno. Pele do capuz pode ser removida. Térmico e protege do frio.

Escolhi estas três peças como base porque ainda faz frio e tenho uma viagem programada em abril onde as temperaturas médias serão de 5 graus positivos. O bom é que dois deles, ao remover a parte interna, passam a ser casacos de primavera – um tanto pesados, mas sem função de aquecer, mas sim, proteger de frio e chuva.

  • Cartela de cores

Por conta destas 3 opções de casaco que escolhi, a cartela de cores foi toda pensada em peças que combinam com elas. E juro, estou quase pirando com tantas possibilidades! Muito versátil, bem neutra como gosto e adequada para a estação. O azul que indico acima refere-se ao jeans das calças, unicamente.

  • Número de peças

Fechei este armário-cápsula em 35 peças e tenho certeza de que é o necessário para a programação intensa que terei este ano. Optei por poucas blusas sem manga, pois algumas delas tem modelagem mais soltinhas, de tecido muito fino e com manga que vem até metade do antebraço.

  • Fast fashion

Como já podem ter percebido, meu armário é todo feito de peças de fast fashion. Já usei muita roupa de brechó, mas por hora não tenho investido muito em garimpar peças. Acho importante destacar isso porque quando se está fazendo uma curadoria para definir seu próprio estilo – como muitas vezes é o caso de quem faz capsule wardrobe – pode ser arriscado demais investir em roupas que talvez não tenham nada a ver com você. Muitas peças são bem antigas e bem usadas, algo que indica que nem toda roupa de fast fashion é descartável.

  • Versatilidade

O que escolhi para este armário-cápsula de primavera tem muito a ver com versatilidade. São o caso das duas camisas claras que podem ser usadas como blusa, camisa aberta ou vestido; do camisetão que pode ser usado como blusa ou vestido; dos casacos com forro quetinho removível; dos vestidos que podem ser usados como saia; das jaquetinhas e casacos mais finos que podem ser usados por baixo dos casacos mais pesados.

— — —

O que tem de novo

As últimas aquisições que fiz foram em janeiro deste ano, no período de liquidações. Não são novas, mas são peças que nunca usei e estava querendo incluir. São elas: o camisetão verde (Primark, é masculina, comprei grandona para usar como vestido), a calça jeans (Mango), o blazer cinza (H&M), a blusa preta (Mango).

Novidades no meu closet!

Se procura por peças como estas, veja similares em lojas online do BR:

— — —

10 peças, 10 outfits

Para mostrar como é possível montar um armário minimalista e versátil, vou postar séries com 10 x 10. O desafio é montar 10 looks com 10 peças de roupa (pode incluir calçados também!), vai ser bem interessante! Essa ideia não tem nada de original, surgiu de uma parceria entre blogueiras gringas que você pode acompanhar com mais detalhes neste post aqui, do Un-Fancy.

Por aqui a coisa vai ser um pouquinho diferente, apenas para ilustrar como com inspiração e criatividade, roupas básicas passam a ser extremamente versáteis e interessantes. Vamos cruzar os dedinhos, pois isso é bem novo para mim!

— — —

Para acompanhar

Para ver como vai seguir rolando essa baguncinha boa de montar looks e criar com seu guarda-roupa, além dos posts no blog, semanalmente no Instagram @janinastasiak tem outfits e a série Ctrl C + Ctrl V. Neste segundo, mostro como é possível buscar inspiração em mulheres estilosas para se vestir melhor no seu dia a dia.

— — —

Capsules anteriores e demais posts para inspiração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *